Featured

Fases do Crescimento Pessoal

Os dias passam e a rotina ainda não é fixa, jantares e visitas atropelam-se, tarefas novas e diferentes surjem a cada dia. O dinheiro escorrega entre os dedos com coisas que não pensava precisar ou que aliás não preciso. Come-se demais, suja-se demais, limpa-se demais. Perde-se a paciência e vida continua numa roda viva.

Há dias que queremos aquele conforto, aqueles lugares comuns e aquelas amizades e amores que ansiamos ter sempre ao nosso lado, que nos aconchegam quando as noites frias vêm. Mas algo dentro de nós nos diz que esse não é o caminho para o bem-estar. Que a comodidade rapidamente vira rotina, que os lugares comuns viram aborrecimento. Que o que precisamos é de crescer, mas crescer gera dores próprias e trás lágrimas e tristezas e dissabores e regressões no caminho, porque só depois de nos aventurarmos numa estrada conseguimos dizer se foi com sucesso ou não, ou até se temos de voltar atrás porque não nos levou a lado nenhum.

Hoje deixo aqui as várias fases do Crescimento Pessoal para que nos inspirem:

Fases do Crescimento Pessoal 

Negação #fase1

Esta é a primeira fase, é aquela em que acreditamos que esta tudo bem que não queremos reconhecer os problemas ou que simplesmente estes existem. Por vezes reconhecemos os problemas e culpamos outros pela sua existência. A culpa não é minha se não sou feliz, mais magra, mais realizada, mais sábia, se fui ao ginásio. Neste caso, como diria o sábio Homer Simpson: “a culpa é minha e eu dou-a a quem quiser”.

Aceitação #fase2

Depois de finalmente aceitarmos que existem problemas ou um problema é altura de nos confrontarmos com isso. Não podemos culpar os outros pelas nossas falhas, reclamar dia após dia e esperar que isso resolva o que nos incomoda. Temos de aceitar quais os problemas e sobretudo saber que feridas temos abertas. Para crescer é um pouco como fazer uma operação, temos de saber os contornos do problema, a localização e ter um plano de ataque. Depois na cirurgia em si podemos adaptar, mas para aceitarmos temos de ter um conhecimento base do que nos aflige.

Recolha #fase3

Nesta fase do nosso crescimento nós estamos à procura, estamos em busca de coisas que nos ajudem. Estas coisas podem surgir em forma de conselhos, livros, tutoriais, filmes, etc. Nesta fase nós procuramos trazer à nossa atenção materiais que nos ajudem, alimento para o nosso cérebro porque sabemos que se percorrermos sempre o mesmo caminho o nosso destino será sempre o mesmo, pelo que precisamos de novas indicações, novas rotas e ideias para tentar dominar o problema.

Experimentação #fase4

Neste fase do crescimento pessoal chegamos ao momento de colocar em prática. Pegamos em tudo o que nos foi dito, todas as ideias que nos pareceram especiais e exequíveis e colocamos em prática, adaptados à medida que nos confrontarmos com o desespero, falha ou sucesso e por vezes voltamos até atrás no crescimento pessoal e voltamos à fase da negação ou por exemplo da recolha. Tentamos uma e outra vez e vamos tentando dançar ao ritmo do nosso novo descoberto som. 

Crescimento #fase5

Esta e uma fase bem distante é uma fase que surge quase de surpresa, é aquela sensação depois de grande esforço e depois do sucesso ter vindo uma e outra vez em que olhamos para trás e pensamos: já sei isto, ou isto já não me incomoda. No fundo é quase como aprender um idioma, não é ao fim de 3 ou 4 frases ditas que pensamos: já consegui. É ao fim de conversas inteiras e ler artigos e livros e escrever emails ou mensagens. Um dia paramos e percebemos… consegui aprender e sou fluente. É um misto de surpresa e também de alegria apaziguadora. É a bonança depois da tempestade.

Espero que estas fases do crescimento pessoal vos ajudem a descobrir um pouco mais sobre como crescer e ultrapassar as pequenas dores que acompanham o nosso crescimento.

Fases de Crescimento pessoal baseadas em: Henri – Wake Up Cloud
Imagem do post de @nevenkrcmarek em Unsplash

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *