Featured

Instagram aquele que distrai

Hoje no meio de feeds e histórias e um sem número de imagens que os olhos perguiçaram em ler. Lá estava no instagram… Uma publicidade, um daqueles anúncios, daqueles sonhadores obsoletos que acham que mais coisas na nossa vida irão ajudar.
Era um telemóvel zen. Que apenas permitia enviar mensagens e fazer chamadas, um equivalente branco a telemóveis que eram a tecnologia mais avançada há cerca de 15 anos atrás.
Pergunto me: comprar um telemóvel anunciado assim, numa rede que até o próprio telemóvel impede de usar não é irónico? Ter de comprar uma tralha mais para nos controlar não é irónico? Vamos procurar dentro de nós o refreio que nos impeça de ficar horas nos telemóveis ou de comprar aquilo que não precisamos para comprovar coisas que não somos aqueles de quem não gostamos.
Fica o desafio. Refreio e consciência.
Fotografia de Annie Spratt

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *