Featured

Simplificar a nossa vida

O dia Primaveril lá fora chama e os pássaros lá foram cantam melodicamente enchendo o ar. A cadela ladra aos carros que passam. Sei que há dois ou três anos atrás num dia como hoje estaria com certeza em algum shopping, loja, procurando comprar a próxima coisa, iniciando o próximo projeto que incluiria comprar ferramentas, materiais e que, mais tarde ou mais cedo, ficaria com certeza a um canto passado pouco tempo.

Um dos momentos mais mágicos destes últimos anos foi sem dúvida a aprender a apreciar as pequenas coisas.

Regras simples que apliquei para simplificar:

Simplificar a Roupa:

Compro apenas coisas que gosto realmente;
Despeço-me rapidamente de peças que gosto mas estão estragadas, não servem ou sei que não me trazem alegria ou conforto;
Compro em quantidade quando gosto, sejam calças ou camisolas. Seleciono múltiplas cores e assim tenho mais do que gosto e não ando na busca constante de novas coisas;

Simplificar a casa:

Introdução:
Sou daquelas pessoas que adora decoração, acessórios e pequenos objetos aqui e ali. Gosto de cristais e incenso, gosto de objetos velhos. Contudo aqui em casa não há muita decoração. Cada vez que vejo uma nova peça que gosto tenho forçosamente de passar pela fase do namoro e sobretudo considerar a nossa nova relação. Entre mim e aquela peça… Porque trazer algo para a nossa vida é uma responsabilidade séria. Temos de pensar sobre como se vai a peça comportar, que espaço irá tomar e também se é a peça certa para nós e para o nosso espaço, certificar-nos que não é um capricho ou solução temporária . Uma questão que se impõem é que tempo irá esta nova peça retirar de mim? Porque terei e cuidá-la, limpá-la, fazer a manutenção.

Quando mudei para a nova casa, por nova digo a casa que era dos meus avós, reduzi muita coisa. Atualmente a minha roupa cabe totalmente num roupeiro de 1 metro e numa cómoda. Não existem gadgets na cozinha inúteis e fujo de coisas que tenham apenas uma função.

Pequenas Regras:
– Comprar apenas coisas que acumulem funções;
– Não cair na tentação dos gadgets;
– Não comprar coisas com as quais não me consigo comprometer a cuidar.

Simplificar os produtos:

Introdução:
Quando me mudei fiquei surpresa pela quantidade frascos e produtos que tinha. Creio que champôs abertos tinha pelo menos uns 5. Durante 5 meses não comprei champô ou amaciador porque me comprometi a usar os frascos todos. Existiam até frascos que dei a amigos/as porque sabia que simplesmente o meu cabelo não reagia bem ao produto. Fiz o mesmo com cremes e outras coisas que encontrei durante as mudanças.

Hoje em dia não há produtos ele e ela, usamos o mesmo champô, desodorizante e por vezes o mesmo gel de banho. Tenho substituído o meu consumo de gel de banho por sabonete na grande maioria das vezes.

Pequenas Regras:
– Não comprar produtos específicos para ele e ela;
– Não acumular frascos de produtos meios ou usados, dar-lhes um fim digno na nossa casa ou em casa de alguém que gostamos e que sobretudo apreciem estes novos produtos.

Simplificar as nossas atividades:

Introdução:
Aqui a filosofia passa muito por aprender ou simplesmente parar para apreciar os momentos. Aqui o nosso melhor amigo é a mesa ou balcão em que podemos de forma segura abandonar os nossos telemóveis e ir viver a vida. Aqui em casa os nossos rituais passam por jogar dominó, jogar à carta. Fazer atividades em que não se incluam ecrãs, até ouvir um podcast e falar sobre ele depois. Estas são atividades simples que podemos apreciar realmente se nos focar-nos nela. Tal como é estar com amigos e pessoas que nos são queridas.

Pequenas Regras:
-Viver mais no momento;
– Deixar os pequenos ecrãs que nos puxam para trás;
– Programar atividades que tenham custos baixos ou inexistentes para evitar stress financeiro e evitar que o dinheiro seja a “desculpa” para a inércia.
– Conversar sobre a vida e sobre o que nos rodeia mais vezes com atenção total.

E por aí que regras há para simplificar?

(Fotografia de Ruth Oliver)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *